26 de mai de 2009

Constatações..

Não sei se vcs repararam, mas pouco tenho mostrado receitas novas. Vontade eu até tenho, mas daí falta aquele empurrãozinho maior e acabo desistindo. Fico me perguntando o pq disso.. sempre gostei de inventar, testar e o melhor preparar comidinhas e arrumar a mesa para quem eu tanto gosto!

Não gosto de fazer comida simplesmente por fazer, pra matar a fome! A comida acaba saindo sem graça e fica nítida a minha falta de vontade! Como já bem falado e discutido, para muitos preparar comida é uma forma de demonstrar carinho, caprichar, fazer para o outro aquilo que ele tanto gosta! Claro que quero demonstrar carinho, mas tenho sentido vontade de prepararem a comida para mim! Chegar em casa e ver tudo prontinho, ver que alguém arrumou a mesa especialmente para mim, fez aquela comida que eu tanto gosto, sem eu pedir!
Minha mãe veio me ver e já voltou pra SP e eu estou carente de mãe! Mãe faz estas coisas naturalmente..

10 comentários:

Sarinha disse...

Amiga, não fica carente não! Eu faço comidinha pra vc viu!?!? Mas vai ter que dizer do que gosta!!hahaha

Sei bem como é sentir carencia de colo de mãe, comidinha de mãe....ai ai....

Bjossssssssssssss

Carolina disse...

Glau, isso se chama saudade ... Mas é tudo fase, vc ainda está se adaptando ao ritmo de Brasilia. Tenho certeza que assim que vc encontrar o seu lugar aí na terrinha, tudo vai melhorar e vc se inspirar de novo. Palavra de quem já passou por isso !

Bjos e continue seguindo firme !

Ví por aí... disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Não mando bem na cozinha e tive a bênção de casar com um homem que ADORA cozinhar e estar nas cozinhas todos os dias...
Minha avó diz que eu preciso agradecer a Deus todos os dias e de joelhos...rs...
Aqui, às vezes eu brigo p/ tomar o fogão e fazer o básico que eu sei...mas não deixam...
kkkkkkkkkkk
Pq será???
Bjkas da

Cucchiaio pieno disse...

Nem me fale em carencia de mãe que eu choro, não vejo a minha faz quase 1 ano(buaaaaaaaaa').
Léia

angela disse...

fica triste não, já passa! beijo.

Ruby Fernandes disse...

Eu sei bem como é isso, sinto muitas saudades da mamy... e ainda mais de ter alguém para cuidar de mim. Minha mãe está a mais de 1.000km daqui. Bjokas flor.

Tathy disse...

As vezes dá saudade de ser filha....é disso que vc está falando??? De ser cuidada e não somente de cuidar. E tem coisas que por mais que a gente peça, fale e sinalize marido não dá conta do recado, não entende ou não quer entender.
Se precisar de colinho de mãe, vem pra cá que eu cuido de vc!!!

Bjsssssssssssss

Mari disse...

Ô meu Deus, deu vontade de preparar uma comidinha bem gostosa pra ti, Glau! Eu passei por isso quando minha mãe, que morava no meu prédio, precisou se mudar, repentinamente, para Porto Alegre... sei exatamente o q vc está sentindo, e é duro, bastante duro.
Mas você, sendo a pessoa forte e determinada que é, há de tirar isso de letra, como já está fazendo (ou tá achando q é qquer um que, em plena fase de adaptação, prepara uma feira inteirinha sozinha, como vc fez?)... tenho certeza absoluta de que logo a inspiração volta, e você vai voltar a preparar as delícias que sempre postou aqui com tanto carinho para nós.
Super bjo,

Mari

Glau disse...

Ai meninas, vcs são umas fofas.. é isso mesmo que eu to falando.. ser cuidada, mimada! é tão bão

Téia disse...

É, tô notando esta cozinha meio parada, mas tem a receita do maravilhoso muffin, posta aí, amiga. Lembre-se que o Quitandoca exige muito fogão, dá uma canseira danada... Eu te entendo querida, colinho, carinho e cuidado sempre faz falta, cuidar dos outros é ótimo, mas nem que seja um pouco a gente também precisa. Vou ter que conversar com o Alê! Enquanto isso, vem aqui lanchar em casa que eu faço a mesa e uns quitutes para nós...Pode ser??? Bj grande.