8 de nov de 2008

As árveres somos nozes!

Primeiro Natal que passarei na minha casita... primeiro pensamento que me veio à cabeça: "Nem pensar em montar árvore de Natal! Dá muito trabalho, minhas árvores ficam feias.. não quero!" Epa, epa, epa: Esse pensamento é meu mesmo? Ou veio lááá dos primórdios?

Desde que eu me conheço por gente passamos o Natal com a família do meu pai e geralmente os encontros eram na casa da Tia Vera! Todos os anos ela montava uma árvore de Natal mais linda que a outra, bolas, enfeites, mil luzinhas....tudo feito com o maior bom gosto e capricho!

Já em casa, eram 3 crianças buzinando na orelha dos meus pais para eles comprarem árvore pra gente montar! Fala se não é gostoso juntar a criançada pra montar uma árvore? Em casa nem todos os anos foram tão gostosos assim.. tivemos algumas (leia-se várias) experiências frustradas...

Lá pelos meus 6 anos depois de tanto insistirmos fomos comprar uma árvore natural. Não lembro se fomos ao Ceasa ou nas bancas de flores da Dr. Arnaldo - escolhemos uma árvore de médio porte, que cabia no bolso e que não fosse tão, tão... tão torta! Sim, todas nossas árvores ficavam muito tortas! Só sei que radiantes colocamos nossa querida escolha no carro e minha mãe solta: "Vamos dar uma passadinha rápida em tal lugar e já vamos pra casa montar a árvore!" Resmungos e muchochos à parte, não tínhamos como dizer não! Ok, sol escaldante de Dezembro, fechamos o carro com a nossa árvore lá dentro e fomos bater perna em algum lugar.. Quando voltamos nossa árvore estava preta, estorricada, fedida, acabada, desmilinguida... foi aquela choradeira! Só lembro que chorei muito e voltamos pra casa (no carro fedido) sem nossa árvore!

Juro que não me lembro o que fizemos depois, se meus pais compraram outra, se realmente montamos alguma outra.. o que lembro era da coitada toda preta dentro do carro! :)

Sem contar quando conseguíamos que a árvore chegasse inteira em casa e ai na hora de colocar os enfeites, eram os mesmo enfeites ano após ano - nada de renovação! As mesmas bolas, as mesmas caixinhas de fósforo forradas com papel laminado (tipo as da foto! só que com muito menos brilho), pedaços de algodão imitando neve. Afff... nossa árvore era uma cafonalha pura! Só que a cada ano diminuia a quantidade das bolas.. pq elas iam quebrando e não eram repostas!

Resumindo...traumatizei!
E neste ano espero que eu não tenha uma experiência novamente frustante! Vou montar minha árvore em breve! E volto pra contar e mostrar.

E você, hein? Você sofreu como eu? :) Como eram suas árvores de Natal?

Ps: assista ao vídeo As árvere somos nozes!

23 comentários:

Nana disse...

Glau,

depois que eu casei tb nunca montei e passamos com a familia.
Esse ano tb não vou montar!
Nunca tive problemas com a arvore, de casa é de plastico kkkkk
bjs

Canela disse...

Glau
O meu pai trazia sempre uma arvore enorme para casa,que os meus irmãos e eu decorávamos com a ajuda da minha mãe.Todos os anos a minha mãe comprava enfeites novos que misturavamos com os anteriores,ficavam bem bonitas essas arvores magicas.Quando casei no 1º ano não fiz arvore,mas no ano seguinte já com 1 filho era impossivel não fazer....nunca passei um Natal em casa,era sempre um nos sogros,outros nos pais,agora sem eles é sempre nos sogros e sempre fiz arvore de natal.
Hoje os meus filhos com 22 e 16anos ainda vivem muito o espirito de Natal e ajudam nos enfeites,tudo é permitido na decoraçao da arvore,a arvore t fica muito colorida para agradar a todos,houve anos em que tive spider man, gi joe e transformers na arvore ...
Agora é um abeto artificial,mas durante alguns anos tive um natural num vaso.
Não tenho trauma,nostalgia talvez...
Bj

Andrea Dohashi disse...

Glau minha madame querida, nunca tive problemas com árvores, nunca montamos, rs.
E depois que minha mãe faleceu, piorou, Natal para minha família perdeu o sentido!
E mesmo agora, para nós é uma data comum,jantamos fora e dormimos.
Beijocas

Emília disse...

Ai Glau ri muito com o seu drama, aquela parte dos enfeites que iam diminuindo é muito legal rss. Quando estava no Brasil nunca montamos, só teve um ano, por causa da minha sobrinha que era bem pequeninha, compramos uma e montamos, mas no fim ela fez dos enfeites brinquedos e a árvore ficou pelada rss! Agora aqui...não sei as vezes tenho vontade de ter uma, pois acho bonito, mas como aqui o Natal não é comemorado, no sentido original (aqui é como se fosse dia dos namorados!), acabo desistindo! Mas as lojas já estão abarrotadas de enfeites e árvores!
Beijinhos

EU MULHER disse...

Glau, aqui em casa não monto árvore de natal. Ainda não tenho filhos, acho que é por isso que não tenho muita vontade. Compro só os piscas e pronto.

Beijão

Claudia disse...

Uau, seus pais pelo vista eram tão entusiasmados com árvores de Natal quanto os meus. As árvores lá de casa eram símbolicas, insignificantes e não interessavam ninguém. Nunca dei muita bola. Até que as árvores foram ficando piores, piores e piores assim como o casamento deles.

Depois de separada minha mãe se muniu de um arsenal de decorações de Natal comprado em Miami (que perigo!) que para mim era pior do que tudo o que ela havia tentado na vida. Ela até que tem bom gosto em outras coisas.

Mas eu nunca dei importância a Natal, nem arvores de Natal. Aqui, na terra do papai noel, árvore de Natal é coisa séria. Faça como uma roupa: menos é mais.

Bom Natal!

Claudia

pipoka disse...

Para quem, como eu, tem duas gatas traquinas, é impossível montar árvore de Natal...


bjs

ameixa seca disse...

Eu tenho a minha árvore há cerca de 10 anos. Todos os anos vou colocando mais um enfeito e acho que ela é linda :)
Quando a fizer vou tirar foto e postar!

ameixa seca disse...

Ahhh e obrigada pelo comentário e pelos desejos de felicidades ;)

Dani disse...

Na minha infância, todos os irmãos solteiros, a árvore ainda era natural e cheia daqueles enfeites de vidro, e sempre foram quebrando pelo caminho. Depois de um tempo, minha mãe cansou da enganação do galho plantado vendido como árvore (que até a noite de natal sempre secava) e se rendeu a onda das árvores importadas com aparência de natural, só que ela tb encolheu, praticamente ela era guardada já com os mini enfeites.

Nos últimos anos nem a árvore ela tem montado mais, espalha outros itens de natal pela casa, pisca pisca na porta, guirlandas e afins e com isso o stress da repetição da árvore acabou.

Ai ai esse ano passou muuuuito rápido! Já estamos programando o natal, só não decidimos ainda se faremos amigo secreto ou amigo da onça para variar e dar risada em família.

Bjs

Anônimo disse...

Ola,
Pois, parece que nao ha muitas adeptas de Arvores de Natal mas eu sou e muito. Em casa dos meus pais sempre tivemos 1 artificial porque a minha mae dizia sempre que nao valia a pena matarmos 1 arvore para nosso prazer. Depois ja adulta e com 1 filhota resolvi que se comprasse 1 nos bombeiros (eles iam para os pinhais desbastar-los e os pinheiro que eram cortados eram vendidos) nao ia fazer mal nenhum. Assim durante alguns anos era ver-nos a passar com a nossa arvore (ela a frente e eu atras, lol) pelo meio da vila a pe. Era sempre 1 pinheiro grande, tao grande que quase tocava o tecto. A filha e eu sempre gostamos muito de enfeitar a arvore juntas e hoje que ela e mais velha ainda o fazemos todos juntos(entretanto a familia cresceu, lol lol. Natal para mim e magia e apesar da vida nao ser facil para nos aqui em casa eu continuo a acreditar. Como no filme "North Pole". Eu acredito.
Beijinhos.
Aprendiza de Cozinheira

Glau disse...

Nana, eu já comprei os enfeites pra minha árvore! eu estou querendo montar! :)

Canelinha, criança curte muito Natal, né Depois que meus sobrinhos nasceram os Natais passaram a ter muito mais sentido! hehe Gostei do homem aranha na árvore! Bjos

Déa, Natal pra mim é mto sinônimo de família.. apesar de ai no Japão não ser uma data tão comemorada como em outros países, aproveite pra ficar com quem vc ama, curtir o jantar e agradecer pelo ano que vc teve! Bjokas querida!

Emília, hoje nós damos mto risada das nossas árvores.. elas eram realmente mto feinhas! POis é, acabei de saber pela Déa que Natal ai não é tão comemorado! Peninha..

Aninha, realmente.. depois de ter filhos parece que o clima do Natal muda... mas eu ainda não tenho filhos e to bem afins de montar minha árvore! :)

Claudia, já te disse isso.. seus comentários são sempre ótimos!

Pipoka, imagino suas gatas insanas com seus enfeites.. hehe

Ameixinha, quero ver a árvore, hein.. monta e depois mostra!

Dani, tá ai.. explicou pq nossas árovres morriam antes do natal chegar! Nossa, nem me fale este ano voou! impressionante, ne

Aprendiza, eu sempre gostei de árvores de natal, de enfeitinhos.. bem cute-cute, mas em casa minha mãe não curtia mto, achava trabalhoso! Mas que delícia saber que na sua família rola este espírito do Natal! Muito bacana mesmo! Volte sempre!

Bjos queridas, Glau

A dona da cozinha disse...

Glau,
uma das minhas primeiras providências logo que casei foi ter a minha árvore de natal, porque simplesmente AMO o Natal, toda aquela atmosfera de esperança, de renovação, de festa.
eu consigo me lembrar do meus sentimentos de excitação para montar a árvore quando criança, mas os enfeites também, ano após ano, eram os mesmos!!aff
b-jocass
ahhh, vc sabe que ontem eu desci todos meus enfeites de Natal para pegar vento e montar a esperada amanhã, e vem você com esse post!!!coincidência, né??
b-joo,paula

Mari Azevedo disse...

Glau, na casa da minha mãe, sempre montamos uma árvore linda, enorme... como ela gostava muito, trocava os enfeites, a estrela, sempre tinha algo de diferente... desde que ela foi para o Sul, passamos o natal lá, então não temos feito nada por aqui... ontem mesmo comentei com o Marcelo: no próximo ano, que a casa já vai estar com pelo menos a sala pronta (estamos mobiliando e reformando a passos bem lentos), quem sabe não montamos nossa árvore?
Eu tbm amooooooooooo esses enfeites cutcut, essas coisas todas... rsrsrs, bem minha cara!
Bjo grande, e toda sorte do mundo com sua árvore... depois poste as fotinhos dela pronta!

Gina disse...

Glau, amei esse post!
Na casa dos pais, quando criança, tínhamos um Natal bem bacana. Minha mãe fazia uma mesa farta e partilhava com os vizinhos. Sempre tínhamos visitas, parentes, era bem animado. Quanto à árvore, no início era galho de árvore natural, com algodão, bolas que se quebravam. Depois vieram as árvores artificiais. Já casada, durante anos não tivemos árvore porque passávamos o Natal com os pais e sogros.
Natal é a melhor época do ano para mim. Adoro o clima, decorar a casa, montar a árvore e todo ano vou colocando algo mais.
Natal é agradecimento, renovação, esperança...
Bjs.

Valentina disse...

Glau, acho o natal muito triste. o actual day. mas amo a coisa da decoração. E memso morando sozinha sempre monto a arvore. vou a uma nursery ( lugares aonde se compra plantas) e compro um pinheirinho.

Téia disse...

Glau minha amiga, só você mesma, kkkk, este vídeo é de matar de rir,boa lembrança. Eu adoro o Natal, e sempre armamos árvores, na casa da minha mãe ela fazia e ainda faz cada uma mais linda que a outra. Aqui em casa é sempre uma arvorezinha de plástico e uma de metal que adoro, como agora moramos em casa vou comprar uma maior e tentar enfeitá-la bem lindinha. Amo as luzinhas, os presentes, o corre-corre e o clima de camaradagem e generosidade que se instala no Natal. Gostaria que o ano todo fosse assim. Ah, querida, quando eu for para Sampa, vamos ter que nos conhecer de qualquer jeito, não tem nem conversa...Bj grande.
adoro a luzinha

Simone Izumi disse...

Glau: na minha casa era igualzinho...os enfeites eram sempre os mesmos ano após ano. Mas veja bem, somos chique bem!!!!! Já vestíamos a camiseta da reciclagem, muito antes de sabermos sobre sua existencia!!rs
Eu também tenho péssima mão para montar árvores de Natal. Tenho horror àqueles colares de pelinhos brilhantes...por maior que seja o esforço em adornar uma árvore, a impressão que dá é que ela foi simplesmente jogada em cima dela.
Mas eu gosto muito de árvores e vou pedir consultoria a uma amiga expert em montagens...os dela tem até trenzinhos com túnel ao redor!!!! Coisa de louco...coisa de shoppings...
bjs!

Mundo de Alice disse...

Glau... eu amava a árvore que meus pais compravam!! e faziamos enfeites no colégio,mas era um sonho pendurar as bolas, os chocolates!!!as luzinhas... faça a sua árvore, é muito legal
bjs

Bia disse...

Glau moça
obrigada pela visitinha e pelas palavras gentis deixadas no Trivial. Adorei seu blog. Várias idéias para festinhas. Genial.
beijos mil

Magia na Cozinha disse...

Na casa da minha mãe nunca tivemos uma árvore como eu gosto. Ela nunca foi muito de detalhes na decoração.
Eu ainda não tenho a árvore dos meus sonhos: Grande e ricamente decorada com bom gosto.
Aqui nos EUA tem cada coisa linda e barata, que a gente corre até o risco de ficar cafona e pecar por excesso.
O ideal é fazer um sacrifício e comprar tudo o que precisa no dia 26 de dezembro, quando tudo entra em liquidação, as vezes, até de 90% off.
Eu tinha uma coleção de pequenos bibelos, que fui comprando ao longo dos anos, mas a metade se quebrou quando me mudei. Sniff!
Eu fazia uma pequena vila. Ainda faço com o que restou, mas não é a mesma coisa.
A árvore de Natal é de mesa, bem pequena. Eu gosto muito dela, apesar de não ser aquela dos sonhos: É verde, num vaso dourado. Cada galho tema ponta dourada e em cada um coloquei um laço já comprado pronto na cor carmim, a minha cor favorita para decoração. Por enquanto me contenta!
Bjs :)

Giselle disse...

Glau

Eu lembro desta história, foi traumatizante. Acho que depois eles compraram outra árvore pq nunca ficamos sem, mas realmente nunca foram um sucesso.
Acho que este problema continua comigo até hoje, eu compro enfeites todo o ano, tento caprichar, mas é um tal de um pendurar uma bola vermelha aqui, outro um sininho ali e no final a árvore fica uma bagunça, mas o que importa é que as crianças se divertem !
Bjo

Bergamo disse...

Glau,
Não tinha lido esse post sobre a árvore. Em casa sempre montávamos a árvore artificial. Lembro muito bem dela. Brilhante, enfeites daquele vidrinho fino. Para mim, ela era linda. Acordava aos finais de semana bem cedo (coisa de 6 da manhã!!), deitava embaixo dela, e ficava vendo meu reflexo nas bolas. Para mim isso era o máximo...lembro da árvore, do carpete marrom, da cortina e até da luz que entrava pela janela. Feia ou bonita, para mim essa árvore sempre foi linda. Sempre brilhante e poderosa.
Bj,
Bergamo