16 de jul de 2008

Pavlova de mascarpone com calda de frutas vermelhas

Na minha família, por parte do meu pai, nós somos em 10 primos e quando pequenos nós íamos uns dormir na casa dos outros... era aquela coisa, pega a mala, combina mil passeios por telefone.. alegria geral! Quando era minha vez de ir dormir na casa deles, era aquela felicidade.. abria a geladeira e dava de cara com mil bolos recheados, brigadeiro, beijinho.. todos os doces possíveis e imagináveis! Sem contar o refrigerante no MEIO da semana! Como assim refrigerante no meio da semana???

Minhas tias sempre foram "do doce" e em casa sempre fomos "do salgado". O máximo da sobremesa diferente em casa era... era.. gelatina! gelatina de morango, uva, limão, abacaxi.. de todos os sabores possíveis e imagináveis! Depois de mais velhos, minha prima confessou que curtia a comida da minha mãe, mas "lá só tem gelatina e fruta!".

O tempo passou e eu e meus irmãos não nos tornamos nerds que não podem ver docinho em festa e vão correndo se empanturrar (nerd acho que não me tornei, mas confesso que um brigadeirinho só não me satisfaz... nem 2, nem 3, nem 4. Uns 8 tá bom!!)

Enfim, mas a questão era que além de não fazermos muita questão de comer doces em casa, todos que tentávamos fazer ficam horríveis, os bolos não cresciam.. ou quando um bolo dava certo, a gente fazia até enjoar.. foi a fase do bolo de cenoura com cobertura de chocolate, a fase do bolo de maracujá, a fase do mousse de limão (só mousse mesmo, sem bolo! difííícil de fazer!), pra variar um pouco fazíamos mousse de maracujá e óbvio: a gelatina!

O tempo passou (novamente), mudei de casa e ai sabe como é, ne? Clima novo, cozinha nova, fogão novo e resolvi me aventurar no mundo dos doces... eis que numa comemoração resolvi fazer Pavlova de mascarpone com calda de frutas vermelhas!

Caramba! Você vai ler este nomão ai e vai pensar que me tornei uma metida, que só faço coisas chiques, finas, requintadas.. pois é! É chique mesmo esta sobremesa, mas é super fácil de fazer e te digo mais: fica uma delícia! Mas dica: achei que ia ficar mais charmoso colocar a calda quente, mas fica muito mais gostoso quando a sobremesa está bem gelada. Vai por mim! Deixe bastante tempo na geladeira até a hora de servir (esse "servir" associo tanto com trabalho escravo! qualquer semelhança é mera coincidência!)
.
Esta receita veio do Rainhas do Lar. Vai lá conferir! Eu simplesmente amo neste site! E segundo a Faby essa receita é da Chef Clo Dimet, divulgada na Revista Claudia.

Na minha receita eu fiz pequenas adaptações! Como só encontrei amora, foi com esta mesma que fiz a calda e o morango resolvi deixá-lo fresco. Diminui a proporção para 2 pessoas (a receita toda serve 6 porções). E foi..

Ficou uma delícia!
A foto da Pavlova não ficou lá mil maravilhas, mas eu te digo: Faça que você vai fazer bonito!
Ps: Pra quem não sabe o mascarpone é um queijo de origem italiana, mais precisamente da região da Lombardia. É um queijo super cremoso, feito de leite de vaca!
Glau

6 comentários:

guacira disse...

Esta é minha filha Glaucia, desde criança sempre gostou de cozinhar, pratos muito bem elaborados e c/ muito requinte! Vai longe !

Clarissa Fondevila disse...

Glau,
Parabéns pelo blog! Benvinda a esse delicioso universo. Para mim não basta cozinhar, preciso escrever sobre comida, ler sobre comida, falar sobre comida... Sucesso na nova empreitada!
Ah, e a pavlova deve ter ficado mesmo uma delícia!
Bjs

Le disse...

Oi madames!
Só vcs mesmo... A Ana Maria já está de olho!!!
Parabéns pela iniciativa (de vida nova e de construção de um blog!)
Beijos e sucesso!

Debora Nishiwaki disse...

Glau,
Adorei seu blog, vou postar aqui sempre! Vamos trocar experiências culinárias e deixar as pessoas ao nosso redor mais felizes... E gordinhas, hihihi!
Beijos

Anônimo disse...

oi glau, adorei seu jeito de escrever, se cozinhar assim...
beijo, norma

Meimy B disse...

muito bom!! Fiz e foi um sucesso no almoço de familia