31 de out de 2008

Modernidades, meu povo!

Esse treco ai acima não é uma invenção da Nasa.. é nada mais nada menos que uma sorveteira! Fala sério? Se chama The Ice Cream Ball (uma invenção bem ameuricaina). Basta colocar gelo e sal e no reservatório a massa do sorvete que mais lhe agradar! Aí vc simplesmente bota as crianças pra bater uma bolinha, com a sua sorveteira, e depois de suadinhos eles poderão se deliciar com o sorvete! Simples, não?

No Amazon saí por 22 doletas! E ainda você tem uma vasta variedade de cores..uh lá lá!

Sou mais a minha sorveteira... bem mais!
Ps: Qualquer semelhança com o desenhinho do logo do Madames é mera coincidência! :)

30 de out de 2008

Palmiers de canela com laranja - Desafio Chá da Tarde

Nunca na minha vida imaginei que um dia faria Palmiers... pra falar verdade até dias atrás não imaginava como era tranquilinho e gostoso de preparar estes biscoitinhos!

Como eu sou chique demais.. além dos blogs de culinária que costumo visitar everidai tenho treinado meu maravilhoso ingrêis nos blogs gringos! E nas andaças me deparei com estes da Vera, do Baking Obsession. Me apaixonei!

Resolvi prepará-los para o delicioso Chá da Tarde das anfitriãs Cris e Leila.

Bom, o que você irá precisar?
- 300g de massa folhada (comprei na Arosa)
- suco de uma laranja
- 1 xícara de açúcar cristal
- Canela em pó

Como fazer?
Descongele a massa.
Passo 1) Numa bancada polvilhe açúcar e canela - abra a massa num quadrado por volta de 15 cm e um auxílio de um pincel culinário passe o suco da laranja.



Passo 2) Pegue os cantos e dobre na metade - as duas partes irão se encontrar na metade. Toda vez que você dobrar a massa, polvilhe o açúcar e a canela e o suco de laranja.

Passo 3) Leve a massa já dobradinha a geladeira por meia hora.

Passo 4) Depois de gelada corte em tirinhas de 2 cm. Coloque numa forma untada com manteiga e forno pré-aquecido a 200 graus.

Segundo a Vera, em 15 minutinhos as Palmiers dela estavam prontas, as minhas demoraram bem mais! Por volta de meia hora! Não esqueça de ficar sempre de olho - eu virei minhas bolachinhas pra elas ficarem torradinhas dos dois lados! Assim que elas estiverem assadas, coloque na gradezinha dos cookies, caso contrário, elas irão grudar na forma!

Rende em média 50 palmiers! Dá pra servir bastante gente! :)

Amei preparar estas bolachinhas... são fáceis de fazer e ficam uma delícia!
Bjokas, Glau

PARABÉNS MADAME AMADA MIA

Parabéns pra você nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida!!!

Pra quem não sabe.. a Má é muito mais velha que eu! Eu posso dizer abertamente que estou na faixa dos 20... (não importa que seja 29 e 6 meses, mas ainda é na casa dos 20) ... a nossa diferença de idade já foi motivo de muita risada! Mas no fundo é só brincadeirinha nossa.. idade pouco importa! O que importa é o carinho que nós temos uma pela outra, toda a nossa história de amizade, nas pessoas que nos tornamos... Assim, minha amiga, a única coisa que eu lhe desejo é que você continue sendo você! Doidinha que só e amada que só!

Massss, aproveitando a oportunidade queria explicar aqui que ser balzaquiana significa:

"Diz-se da mulher de aproximadamente 30 anos. O termo refere-se à obra do escritor francês Honoré de Balzac, que escreveu "A mulher de 30 anos". Antes um pouco pejorativo, na época em que a mulher de 30 anos já era considerada "coroa", hoje um rasgado elogio àquelas, que, aos 30, estão na flor da idade, atraentes não só por sua beleza, mas também por se encontrarem na plenitude de sua feminilidade, das conquistas profissionais, amorosas, familiares, financeiras, sociais, etc! Enfim, o apogeu de si própria, o supra-sumo da feminilidade, o equinócio hormonal entre beleza, vivência e independência. E diz-se por aí, que a brasileira de 30, substitui fácil, fácil duas de 15... pelo menos é o que diz a maioria..."

Assim, minha amiga irmã, você está com tudo! Adorei a parte "o apogeu de si própria, o supra-sumo da sua feminilidade!" Aproveite seu aniversário, aproveite a nova fase da vida! Estou com você e não abro!

Lov u pra chuchu!
Glau

E o Madames continua em Ritmo de festa! É ritmo, ritmo de festa....

28 de out de 2008

Só love, só love.. só love, só love...

Se eu contasse a minha história e a do meu gatinho seria uma verdadeiro romance, uma novela mexicana cujos personagens principais seriam: eu, a protagonista e ele, o galã ...

E senta que lá vem história...

Eles se conhecem desde crianças, mas nem sequer um notava a presença do outro! Quando maiores se apaixonam, se separaram, se reencontram, se amam, se separam, se reencontram, se amam, brigam, se separaram e finalmente ao som dele, DO cara, Tim Maia, o mundo parou! E com o fundo musicial "paixão antiga sempre mexe com a gente, é tão difícil esquecer, basta um encontro por acaso e pronto, começa tudo outra vez... vendo você meu coração parece que vai saltar!" se reencontram pra sempre! Uhuuuu, adoro minha história de amô!

E hoje é mais um motivo de comemoração... é dia de aniversário do meu gatinho!

Ontem preparei um bolinho pra ele! Era para ser um basiquinho de banana, mas quando percebi as bananas sumiram (mistééééério! Perpétua!) e ai se não tem tu, vai tu mesmo.. eu tinha umas amoras congeladas, joguei no bolo sem saber no que daria... simplesmente fiz vistas grossas e coloquei no forno! Não é que deu certo? Mas acredito que o de banana seja infinitamente melhor!


Bolo de Banana
(Autor: Panelinha - da Rita Lobo)

2 bananas-prata
1/2 xícara (chá) de manteiga (em temperatura ambiente)
1 xícara (chá) de açúcar
2 ovos
1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de essência de baunilha
manteiga e farinha para untar e polvilhar

Como preparar?
Bata a manteiga com o açúcar até formar um cremão fofinho e sem parar de bater coloque os ovos e bata bem. Acrescente as bananas já amassadas. Diminua a velocidade da batedeira e coloque a farinha peneirada, a essência e por fim o fermento. Coloque numa forma de bolo inglês untada e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus. Pra fazer graça eu ainda coloquei uma farofinha por cima!
Hoje cedo passei manteiguinha e coloquei o bolo na chapa! Uiaaaaa.. diliça!

Amore mio, por onde você for quero ser seu par! Pra siempre!

Ritmo, é ritmo de festa...!!!

A cozinha das madames está a todo vapor! As comemorações começaram na sexta passada e só terminarão no próximo domingo! Outubro é mês de festa por aqui! Hoje, quinta e sábado é dia de comemorar!! Eu sugiro entrarmos todos neste ritmo - de festa e alegria - e curtirmos essa vibração não só esta semana, mas o ano todo! O meu está só começando, oba! ;)

Aquecendo o fogão, o coração e os motores, fiz uns docinhos para testar nossa paladar!

De ladinho!

Panorâmica!

E ficou bão, vice?! Ficou bom demais!

Este é o nosso velho e querido amigo brigadeiro! Receita vapt-vupt, sem segredos, facinha de se fazer, mais fácil ainda de se comer!

Brigadeiro delícia

Você vai precisar de chocolate em pó, raspas de chocolate ao leite ou meio amargo (opcional), uma lata de leite condensado, margarina, confeitos de chocolate ao leite e branco.

Acredito que todos já tenham se aventurado a fazer brigadeiro, então o modo de preparo aqui será bem ligeirinho também: Coloque o leite condensado, o chocolate em pó e as raspas de chocolate na panela. Panela pro fogo. Mexe, mexe, mexe até dar liga. Retire do fogo, espere esfriar um pouco. Besunte (adoro esta palavra!) as mãos com margarina e modele bolinhas com a mistura de chocolate. Enfeite-as com os confeitos e seja feliz!

Despeço-me ao som de "ritmo de festa" de Sir Silvio Santos, vocês se lembram?!

Ritmo de festa que balança o coraçao
Festa divertida,colorida de emoçao
Dia de alegria,então sorria e vem pra cá
A festa continua a casa é sua pode entrar

hey,hey,hey,hey,hey
hey,hey,hey,hey,hey

Ritmo,é ritmo de festa
Ritmo,é ritmo de festa
Ritmo,é ritmo de festa

Beijocas,

Marula.

27 de out de 2008

Salada de rúcula e lentilhas - Não repita em casa!

Segunda-feira, início da semana e quase término do meu inferno astral! Coisa boa, tá chegando, tá chegando! O que? O meu aniversário? Não, o término do meu inferno astral! Se eu não to aguentando mais, imaginem o povo que me cerca!!

Pois é, mas com quase 30 (Hã? Ignorem este fato, sil vous plait) já dá pra aprender muita coisa nesta vida... Ou não!

Lá fui eu fazer esta saladinha de D. Nigella, mas não tinha um ingrediente principal: o grão de bico. - "Ah, troca por outro, isso é o de menos", mon amour falou. E foi aí que eu fui na onda dele e foi aí que eu pensei que não adianta nada ter vinte e poucos anos e não ter ganas para seguir a sua (vejam bem, sua significa própria) intuição, e foi aí que eu pensei que quem sabe quando eu me tornar uma balzaca eu vou aprender não só isso, mas também que não adianta tentar inventar em cima da receita dos ingleses, que muito, mas muito provavelmente vai dar caca, e foi aí que eu pensei "Ufa, ainda bem que está acabando, está acabando o meu inferno astral!" rs Resumindo: Nada grave, nada importante, é inferno astral!!

O problema, ao meu ver, ou melhor, paladar, não foi a troca de grão de bico por lentilha, mas a rúcula refogada desta maneira ficou tão, mas tão azeda e forte que não deu pra engolir não!

Talvez o grão de bico amenize o amargo, será?!

Vamos à proeza:

Salada de rúcula e lentilha (a original é de grão de bico)

1 colher de sopa de óleo wok
2 colheres de semente de cominho
820g de lentilhas (ou grão de bico se você tiver juízo)
130g de rúcula lavada
1 colher de chá de sal
60 ml de cream sherry

O preparo é rápido e bem simples: Aqueça o óleo e as sementes de cominho numa panela ou chapa (eu usei a chapa - Deu pra notar que eu to rebelde?!). Junte a lentilha/grão de bico, a rúcula, o sal e o cream sherry e dê uma boa mexida. Continue mexendo até que a rúcula murche, os grãos estejam quentes e o líquido tenha se reduzido um pouco. Pronto.

É simples, pena que ficou muito amargo. E vocês podem notar pela foto que mon amour ainda jogou umas abobrinhas pra desandar tudo de vez (mas foi o que salvou nosso jantar!)! Se alguém aí do outro lado já tiver preparado a receita original, conte pra gente como ficou!

Beijocas, uma semana de calor, paz e amor pra vocês!

Marula.

25 de out de 2008

Festinha

Como vocês acompanharam nos últimos posts, preparei uma festinha de aniversário para meu gatucho... No meu aniversário fiz uma festa de última hora, acendemos a churrasqueira, colocamos uma carninha pra assar e cervejinha pra gelar. Sem muito trabalho, uma passadinha rápida ao supermercado e assunto resolvido! Mas para esta festa, ao contrário da minha, me programei para este dia! Foi tim-tim por tim-tim pensado.. e eu fiz questão de preparar tudinho! Desta vez eu não queria ajuda de ninguém, queria ter o prazer de preparar tudo! :)

O que tinha pá cumê?

Entradinha:
- Cream cheese com shimeji e shitake
- Cenouras e Pepinos servidos em copinhos com base de sal grosso
- Antepasto de beringela
- Amendoins
- Algumas geléias (uma delas de Pimenta)
- Pães Diversos


Prato principal:
- Escondidinho de carne seca
- Torta de fundo de alcachofra com tomate cereja
- Quiche de alho poró
- Cuscuz paulista
- Salada de feijão (fava)
- Salada de folhas

Cuscuz e as galinhas - na branca: antepasto de beringela, na amarela: salada de feijão.

Na torta de tomate-cereja com alcachofra, na massa, além das herbs de provance, eu coloquei espinhafre em pó (da Bombay) por isso o tom verdinho! Coloquei ainda uma camadinha de requeijão po cima das alcachofras e lotei de queijo ralado dos bons! O requeijão deu um tchans a mais... valeu a pena ter colocado!

Sobremesa:
- Pudim de leite condensado
- Brigadeiro de copinho
- Brigadeiro de capim santo
- Pavê bicolor

Inventei um brigadeiro com xarope de romã, o sabor ficou ótimo, mas a textura não tão boa assim!

Lembrancinha:
Êêê teve lembrancinha! Esta foi surpresa, preparei as escondidas.. foi pra brincar com meu gatinho e com os convidados!)
- Muffins de chocolate da Cinara embalados um a um.

Minha amiguita Re, do Geléia de Rosas, fez os cartõeszinhos de agradecimento. Meu trabalho consistiu em ir à gráfica imprimir.

Para beber, além de refrigerante e cerveja, servi água com um toquezinho. Esta idéia veio da fofíssima Paulinha, do Na minha Cozinha.


As receitas foram todas preparadas em "dose dupla"... foi bastante cansativo, mas valeu a pena cada minuto! Família adorou e meu gatinho também!

Como vocês devem ter percebido, muitas das receitas vieram das amigas blogueiras...muitas receitas maravilhosas nos blogs e porque não prepará-las para as pessoas que eu amo? Durante a semana posto as receitas que faltam!

Bom final de semana! Bjos, Glau

Cozinhar é bom, mas já arrumar...

Que preguiça de arrumar tudo... alguém se habilita pra vir me ajudar? Lerê-lerê : )

24 de out de 2008

Hoje é festa lá no meu ap..

Gentem, estou aqui coberta de farinha da cabeça aos pés! Vai rolar festança e os preparativos estão à todo vapor! O menu foi especialmente elaborado e logo, logo postarei!

Estou pensando uma coisa.... em mudar o nome deste blog para Escravas na Cozinha! :)

22 de out de 2008

Torta de maçã crocante

Em maio, a doce Laurinha, do Pitadinhas postou uma torta de maças para o desafio da Fer. Quando olhei para a torta foi simplesmente amor à primeira vista! Nos apaixonamos loucamente! Mas, por um tempo, foi paixão platônica, eu a observava de longe, até que um belo dia de folga resolvi arregaçar as mangas e conhecer e provar minha apaixonite!

Não tive a menor dúvida que uma receita vindo da Laurinha daria certo! Gentilmente ela me permitiu postar esta delícia!

O que vocé irá precisar?
Para preparar a massa:
- 100g manteiga sem sal em temperatura ambiente
- 50g açúcar de confeiteiro
- 1 gema
- 150g farinha de trigo
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar, até formar um creme branquinho. Já com a batedeira desligada, adicione a gema e farinha de trigo, até formar uma bola. Enrole no papel filme e leve à geladeira para descansar por 30 minutos. Após este tempo, abra a massa com um rolo em mesa enfarinhada e coloque a massa em uma forma redonda de fundo falso e fure o fundo com um garfo. Novamente leve à geladeira por 15 minutos e pré- asse a massa em forno a 180ºC por 15 minutos.

Para preparar o recheio:
- 6 a 8 maçãs fuji, descascadas e picadas (não miúdas) e sem sementes
- suco de ½ limão
-1 colher (sopa) manteiga
- ¾ xícara (chá) açúcar
- ½ colher (chá) canela em pó
- ¼ colher (chá) noz moscada
- ¼ colher (chá) gengibre em pó
- 1 pitada de sal2 colheres (sopa) amido de milho, dissolvida em um pouco de água

Descasque e corte as maças em pedaços não tão pequenos e deixe-as em água com um pouco de limão, para não escurecerem. Em uma panela, coloque as maçãs e a manteiga, misture bem e leve ao fogo mexendo até murchar um pouco (por fora fica macia, no centro ainda firme). Acrescente os demais ingredientes e deixe até apurar. Deixe esfriar para utilizar.

Para preparar a cobertura:
-1 xícara (chá) farinha de trigo
-¾ xícara (chá) açúcar mascavo
-¾ xícara (chá) aveia em flocos
- ½ colher (chá) sal
- /3 colher (chá) canela em pó
- 130g manteiga sem sal

Misture os ingredientes com as pontas dos dedos ou na batedeira com batedor raquete na velocidade mínima, até formar uma areia grossa, já formando bolinhas pequenas.

Montagem da torta:
Coloque o recheio frio na massa já pré-assada e fria também. Cubra com toda a farofinha crocante e leve novamente ao forno por cerca de 25 minutos ou até borbulhar!

Laurinha, eu só tenho uma coisa a dizer: você é o máximo! Suas receitas são tudo de bom.. o recheio lembrou a torta de maças do Mc Donald´s! Por que eu digo que vou falar uma coisa só sendo que eu sei que falo mais que os cotovelos?

Amei! Obrigada, viu?
Bjos, Glau

Ps: Este sorvete foi o últimos dos industrializados que entrou no meu congelador! Never more! : )

21 de out de 2008

Sorvete de frutas vermelhas

Eu virei a doida do sorvete, cada semana quero fazer um novo! E depois do episódio anterior, usar ou não usar ovos na preparação, resolvi fazer a prova dos nove, e fiz um sorvete com o mesmo preparo do de framboesa, porém sem os ovos! Queria ver e sentir a diferença!

Para este sorvete de frutas vermelhas, coloquei:
- 200 g de açaí (polpa congelada)
- 150g de morangos
- 150g de amoras
- 150g de framboesas
- 1 caixinha de creme de leite
- ½ xícara de açúcar de confeiteiro
- ½ xícara de água

Como preparei?
No liquidificador coloquei o açaí e o creme de leite e bati bem. Numa panela, coloquei o açúcar e água, assim que formou bolhas "gordinhas" desliguei o fogo e acrescentei o restante das frutas. Deixei a calda esfriar e acrescentei ao restante dos ingredientes, bati bem e coloquei na sorveteira.

Ficou uma delícia! Impossível ficar ruim com frutas vermelhas, mas a receita que levou ovos ficou infinitamente mais cremosa!
Agora que o tempo deu uma esquentadinha, este sorvetinho cairia bem! Pena que já acabou! :)

20 de out de 2008

Creme de tomate

Nestes dias de inverno, aliás, de primavera - com cara, corpo, cor e temperaturas de inverno! - resolvi fazer uma sopinha para aquecer os corações. A receita saiu na última edição da Claudia Cozinha. O resultado é divino, vale muito a pena fazer!

Para o preparo, você vai precisar de:

-2 latas (400g cada uma) de tomate pelado
-azeite a gosto
-1 cebola ralada
-2 xícaras de água
-1 tablete de caldo de carne
-1 pacote de queijo parmesão ralado
-200mL de creme d eleite fresco
-sal e pimenta-do-reino a gosto
-folhas de majericão para decorar

Faça assim: Amasse os tomates com o garfo e reserve-os. Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola com o tomate amassado por 1 minuto. Acrescente a água, o tablete de caldo de carne e deixe ferver por aproximadamente 30 minutos ou até engrossar. Espere esfriar, transfira para o liquidificador e bata até obter um purê. Feito isso, passe este purê pela peneira. Leve de volta à panela e cozinhe em fogo baixo por 2 minutos ou até ferver. Polvilhe com o queijo ralado. Misture o creme de leite, sal e pimenta e cozinhe, mexendo sempre, por mais 3 minutos ou até que o queijo derreta. Transfira para mini bolws, decore com folhas de manjericão e sirva bem quentinho!

E na cor do creme, vocês repararam? Eu achei linda!

Beijos para vocês e uma ótima semana,

Marula.

19 de out de 2008

Muffins de Baunilha


Ultimamente está uma onda de garganta irritada, peito congestionado e nariz entupido e aqui em casa não foi diferente disso... mas ainda bem que o vírus ou bactéria seja lá o que causou este resfriado, não teve a cara de pau de chegar perto de mim. Bom, pelo menos até agora, não senti nadica de nada! :)
.
Só que homem doente é muitas vezes pior que criança doente! Ficam manhosos, fazem caras de sofrimento, pedem tudo! A questão é: eu adoro mimar! AdoUro! Trato com o maior carinho, meço 200 vezes a temperatura, preparo sopa, corro na farmácia, faço mil agrados!
.
Pro café da manhã preparei muffins pra mim e pro meu enfermo! E a receita não poderia ser melhor, é da Chef Cris Macarrone, do Madame Aubergine, receita esta preparada na festa de comemoração do Dia das Crianças!
.
Muffins de Baunilha
(Chef Cris Macarrone)
.
O que você irá precisar?
- 1 ovo
- 2 colheres (sopa) de manteiga
- 1 xícara (chá) de açúcar
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada
- 1 xícara (chá) de leite
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 1 colher (café) de essência de baunilha
- Acrescentei 50 g de gotas de chocolate
.
Cobertura
- 1 tablete de chocolate meio amargo
- 50 g de manteiga

Eu não coloquei cobertura! Gosto assim pro café da manhã! Mas se cobrir com Nutella tbém deve ficar ótimo.
.
Como fazer?
Bater a manteiga com o açúcar, acrescentar o ovo e bater. Juntar a farinha, o leite, a essência e o fermento. Colocar nas forminhas de muffins e forno pré-aquecido em 200 graus. Se for colocar a cobertura, pique o chocolate acrescente a manteiga e leve ao banho-maria até derreter.
.
Este é o das crianças! Foférrimo! Elas comeram os confeitos a colheradas!
Bjos e bom domingo, Glau

17 de out de 2008

Biscoitinhos de Coco

Não sei se vocês se lembram, mas final de semana passado comemorei o Dia das Crianças numa festinha pra lá de especial, com aula de culinária (para as crianças) com a Chef Cris Maccarone, do Madame Aubergine.
.
Os pimpolhos preparam biscoitinhos de coco e muffins e as mães ganharam a receita para preparar em casa. Como ainda não sou mãe (gostaram do ainda, né?), mas estava no papel de tia, e ganhei a receita! Saindo da festa passei pra comprar os ingredientes que faltam para preparar os biscoitos!
.
Ufa, finalmente poderia colocar as mãos na massa! Fiquei desesperada ao ver as crianças trabalhando e eu lá, com as mãos até coçando!
.
Biscoitinhos de Coco
(Receita da Chef Cris Macarrone)
.
O que você irá precisar?
- 1/2 xícara (chá) de margarina (troquei por manteiga)
- 1 ovo
- 1/4 de xícara (chá) de água
- 1 colher (chá) de essência de baunilha
- 2 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
- 1 colher (chá) de fermento em pó
- 1 pacote grande de coco ralado seco
- 1 xícara (chá) de açúcar
.
Como preparar?
Bata a manteiga até ficar bem cremosa, acrescente o ovo, a água, o açúcar e a baunilha e bata por mais 5 minutos. Junte a farinha e o fermento e misture até que a massa fique homogênea, por fim acrescente o coco ralado. Talvez você precise colocar mais farinha para modelar os biscoitinhos. Modele-os da maneira desejada (eu tentei de várias formas, mas a que mais gostei foi em forma de rosquinha), coloue em uma assadeira untada e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus, por cerca de 15 minutos ou até dourarem levemente.
.
Rendeu por volta de 140 rosquinhas!
.
Esta é a obra de arte dos pequenos

É realmente uma delícia preparar estes biscoitos, por isso que dá pra entender a carinha contente das crianças! A massa é linda, super cheirosa e os biscoitos realmente ficam demais! Crocantes e você sente os pedacinhos de coco! Tem coisa melhor?

16 de out de 2008

Sorvete de Framboesa e uma amiga..


Como vocês já devem ter percebido, eu e a Rê Gaeta, do Geléia de Rosas, nos tornamos muito amigas. Nos falamos todos os dias pelo MSN e ai conversa vai, conversa vem, comentei que estava preparando um sorvete de framboesa! Para ser bem fidedigna reproduzi partes da nossa conversa (tirei algumas partes pq foi somente "hahaha"):
.
G: Rê, estou preparando um sorvete de framboesa!
R: Nossa, que delícia!
G: Estou fazendo de um jeito diferente! Vi em alguns sites em "ingrêis" e estou inventando o meu!
R: Aé? Como vc está fazendo?
G: Bati 2 ovos com 1/4 de xícara de açúcar
R: Como ovo e framboesa?
G: Calma, vou te explicar.. (expliquei o modo de fazer escrito logo abaixo)
G: Ficou um cremão lindo e rosa! Odiou, né? (ainda bem que ela não me viu pq meu rosto já estava corando!)
R: Cara, se vc diz q tá bom acredito, mas acho muito estranho aparentemente hehe
R: Não consigo imaginar o gosto, dá uma idéia pra mim de como fica.
G: Ficou danoninho mais azedinho com pedaços de framboesa
R: Agora sim, mas porque ovo e não iogurte ou creme de leite?
G: Eu coloquei creme de leite
R: Tá, mas pra q ovo?
G: (rosto queimando de vergonha) Eu tenho visto muitos blogs em "ingreis" e vejo que mtos colocam e fiquei com vontade, ai juntei a fome com a vontade de comer e juntei uns ovinhos pra ver como ficava. 2 só!
.
Assim, meu povo, vocês me desculpem se eu cometi um verdadeiro sacrilégio colocando estes 2 míseros ovinhos, mas eu digo pra vocês, ficou o melhor sorvete que já fiz (tudo bem que minha listinha de sorvetes é mini!).
.
Mas de todo modo, preparei assim:
- 250 g de framboesa congeladas (não encontro in natura)
- 2 ovos (olha eles ai!)
- 1 caixinha de creme de leite
- ½ xícara de açúcar de confeiteiro
- ½ xícara de água
.
Como fazer?
Bata bem os ovos com metade do açúcar até dobrar de volume e formar um creme bem clarinho, depois de batido acrescente o creme de leite. Enquanto isso, numa panelinha, coloque o restante do açúcar e água, assim que formar bolhas "gordinhas" desligue o fogo e acrescente as framboesas (se quiser preparar seu sorvete com alguns pedaços da fruta, esta é a hora de separar algumas). Deixe a calda esfriar e acrescente ao creme, bata bem e coloque na sorveteira.
.

Rê, mente insana e criativa, este blog me trouxe coisas muito bacanas, mas sem dúvida uma das principais foi sua amizade!

Agora, por favor, alguém pode me dizer se já usou ovos na preparação de sorvete ou se já viu alguém utilizando?

15 de out de 2008

Felicidades, sempre!

Aí eu acordei, já respirando pelas duas narinas (ufa!), e tomando muito sorvete (sei, é ótimo pra gripe!)


e fiquei a pensar com os neurônios que me restam, o que significa o dia de hoje para mim. Poderia escrever aqui um pequeno -nem tão pequeno- resumo do capítulo da minha vida "Como me tornei professora", mas mais importante do que isso, vim aqui dizer obrigada.

Os presentes que ganhei desde que entrei de alma, corpo e coração nesta profissão, não importando a faixa etária para a qual leciono (que digo que começa aos 5 e termina aos - iiii, será que vou comprometer alguém?! - muitos anos) foram muitos, muitos mesmo. Não só aqueles palpáveis que se traduzem em aromas, tecidos, histórias pra ler em muitos livros mas, nos mimos pra alma, que parecem fugazes e que a memória guarda, gerando uma energia boa pra sempre - eu gosto desta energia do "pra sempre"... Felizes para sempre, amigos para sempre, felicidades, sempre!

É isso o que importa, ser feliz fazendo o que se gosta! E dá pra ser feliz de outra maneira?!

Para comemorar minha folga neste dia tão especial, não fui para o fogão fazer guloseima porque ainda não sinto gosto de nada, corri pro meu atelier e to aqui fazendo arte, colorindo ainda mais a vida !



Beijocas pra vocês e uma especial pra Mme. Glau, minha irmã preta (sim, a branquela à qual ela se refera, soy yo!) que me emocionou aqui, pra quem eu passei muita cola na minha aborrescência e com quem eu aprontei muito na escola!

Panquecas e o Dia dos Professores.

Hoje é comemorado a Dia dos Professores! Lembro dos meus professores, alguns eram tão amados, verdadeiros ídolos e outros, na época, tão odiados (Good afternoon, class! Good afternoon teacher! aff).
.
Eu era uma aluna mediana, eu simplesmente achava um saco estudar, ter que fazer lição, preparar trabalho! Tinha uma preguiça danada! Eu não era daquelas que estudava dias antes para a prova, estudava na véspera e ainda por cima não estudava toda a matéria porque achava que aquela partezinha que não estudei, não era importante e não iria cair! Ledo engano! Caia justamente aquilo que eu não sabia... mas aos trancos e barrancos me formei! E foi com louvor! No terceiro colegial prometi a mim mesma que não pegaria nenhuma recuperação! E assim foi feito, estudei que nem uma doida e passei direto!
.
Como eu voto no mesmo colégio que estudei (aliás fui mesária por mais de 10 anos!) nestas últimas eleições encontrei a famosa Zilda, dona do colégio. Foi olhos nos olhos, parei para cumprimentá-la e, depois de 11 anos de formada, consegui dizer à ela que sofri estudando lá, mas que eu a agradecia imensamente por tudo que ela fez por mim e aos meus irmãos! Óbvio que entrei no carro e chorei! Fiquei super emocionada (pra variar!) pq eu sentia que precisava fazer isso, mais por mim mesmo!
..

Como um dos meus empregos é em escola hoje tive o dia de folga! E pra comemorar este dia preparei panquecas no café da manhã! Mais engordativo impossível! :)

Minha receita é o uó de fácil... você irá precisar de 1 copo (200ml) de farinha, 1 copo (200ml) de leite, 1 ovo, 1 pitadinha de açúcar, 1 pitadinha de bicarbonato e algumas gotinhas de essência de baunilha! Bati tudo no MIXER e a massa ficou pronta! Untei uma frigideira com manteiga sem sal e mandei ver! Comemos com Nutella e geléia de mirtilos com amoras!

Trabalho com vários professores que eu simplesmente ADORO! E tem uma outra professorinha de Biologia que é mais que minha amiga.. é uma irmã branca! Parabéns pelo seu dia! Bjos da irmã preta, Glau

14 de out de 2008

O calor e o couscous marroquino

Aqui em São Paulo está um calorão danado! Quando estava frio, eu queria calor e agora que está quente, eu quero de volta o friozinho! Tempo é como cabelo, nunca estamos contentes! Se bem que ultimamente tenho gostado mais do frio... tomar uma sopinha quente, comer um fondue, enrolar um cachecol no pescoço (fiz um monte nas minhas aulas de tricot!).. até namorar é mais gostoso no frio!
.
Calor é sinônimo de comidinha leve, muita fruta, suco .. corri pro supermercado e abastecei a geladeira com coisitas levinhas e gostosas..
.
Faz um tempinho que tinha comprado Couscous Marroquino e ele estava lá escondidão no armário, resolvi que hoje seria um ótimo acompanhamento para minha salada.
.
Me baseei numa receita da Rita Lobo e preparei meu couscous assim:
- 1 xícara (chá) de couscous marroquino
- 1 1/2 xícara (chá) de caldo de legumes
- 1 tomate
- 1/2 cebola
- 1 dente de alho
- 1 colher (sopa) de azeite
- sal e a gosto
- 1 colher (sopa) de raspas de limão (usei siciliano)
- salada da sua preferência (fiz de cenoura ralada e escarola - Adooro!)
.
Preparei o caldo de legumes, fiz com 1 xícara e meia de água e meio tablete de caldo de legumes, assim que aqueceu transferi para uma travessinha com o couscous. Em uma outra panelinha refoguei o alho e a cebola, na sequência acrescentei os tomates, as raspas de limão, sal e pimenta. Dei uma refogadinha rápida! Lavei a salada e pronto! Rapidinho e delicioso!
.
As leis da etiqueta dizem que devemos cortar salada à medida que vamos comer, falam que é falta de educação picar a salada toda, mas eu confesso.. adoro cortar tudinho antes, encher de tempero e mandar ver!

13 de out de 2008

Tortinhas Santiago - Desafio dos Doces Finos

Assim que me deparei com o novo desafio da Fer, doces finos, logo me veio à cabeça aquela mesona enorme de doces de casamento. Adoro brigadeiro e camafeu, mas nos casamentos arrisco comer os outros tipos de doces, muitos dos quais não faço a menor idéia do sabor antes de prová-los!
.
.
Para este desafio queria preparar um docinho diferente! Matutei, procurei bastante e me deparei com uma torta belíssima do Chef Francisco Gameleira, do Figueira Rubaiyat (restaurante bem bacana aqui de SP), chamada Torta Santiago.
.
Diz a história que esta é uma sobremesa tradicional da Espanha, oriunda de Santiago de Compostela, daí o nome! A primeira notícia que se tem datada da "criação" desta torta foi 1577, durante uma visita de D. Pedro de Porto Carrero à Universidade de Santiago de Compostela, ainda que naquela altura fosse denominada "torta real". (fonte Wikipédia)
.
Nada mais fino, não? Assim, madame que sou, resolvi preparar mini tortinhas Santiago para este Desafio tão bacana!
O que você irá precisar?
Para preparar a massa
- 80 g de manteiga
- 50 g de açúcar
- 2 gemas
- 175 g de farinha de trigo
.
Para o recheio
- 3 ovos
- 150 g de açúcar
- raspas da casca de 1/2 limão (usei limão siciliano)
- 1 colher (chá) de canela em pó
- 400 g de farinha de amêndoa
- 1 colher (sopa) de manteiga derretida
- 1 colher (chá) de essência de amêndoa
- 1 colher (sopa) de açúcar de confeiteiro (para polvilhar)
.
Como preparar a massa?
Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até formar um creme bem homogêneo. Acrescente as gemas e a farinha de trigo e misture com as mãos até a massa não grudar. Abra a massa com um rolo sobre um plástico e assente no fundo de uma fôrma untada e de fundo falso. Leve para assar em forno preaquecido a 180ºC por 12 minutos. Fiquei impressionada como é uma massa fácil de trabalhar! É uma massa linda e super gostosa!
.
Como preparar o recheio?
Novamente na batedeira, bata os ovos com o açúcar até dobrarem de volume. Acrescente as raspas de limão, a canela e continue batendo. Por último, acrescente a farinha de amêndoa, a manteiga derretida e a essência. Despeje sobre a massa pré-assada e leve de volta ao forno por 18 minutos ou até que o recheio esteja firme. Espere esfriar e desenforme. Polvilhe com o açúcar de confeiteiro usando uma peneirinha fina e sirva.

Adorei! O gosto ficou incrível!

Cine-Gastronomia

Oi. To aqui, médio firme, médio forte. Não sumi porque estava perambulando por NY, LA ou na 25 de março, to é de cama, encapotada dos pés à cabeça, pela vigésima vez do ano. A gripe me pegou, de novo, e, desta vez, veio com tudo.

Enquanto estou aqui me recuperando, aluguei alguns dvds que queria ver faz tempo. "O Sabor da Magia" é um deles.

A história conta sobre Tilo, uma bela indiana que gerencia uma loja de especiarias em São Francisco. Com a sabedoria das tradições ancestrais, ela ajuda os clientes, sugerindo-lhes quais especiarias vão tornar sua vida melhor e resolver seus problemas. Mas, para não perder esse poder, Tilo sabe que nunca poderá abandonar a loja nem se apaixonar. Quando conhece Doug, um enigmático norte-americano, ela hesita entre manter suas tradições e deixar-se apaixonar. A história é bem fantasiosa, bem previsível, e eu não estou aqui recomendando o filme pela história em si, mas sim pela fotografia, pela história dos temperos, pela delicadeza e beleza com que o mundo das especiarias foi tratado... Ah, tudo muito, muito delicioso, para se degustar com os olhos!

Acho que vocês vão gostar! E se alguém já houver assistido e quiser deixar uma opinião aqui, sinta-se à vontade!

Depois volto com outras dicas, cozinhar neste estado, sem olfato nem paladar, nem pensar!

Beijos e uma ótima semana pra vocês!

12 de out de 2008

Quem disse que lugar de criança não é na cozinha?

Para comemorar o dia das crianças, a "firma" do meu gatinho preparou uma festa pra lá de especial... teve aula de culinária com a Chef Cris Maccarone do Madame Aubergine! As crianças puderam preparar Muffins e Bolachinhas de Côco! As crianças vírgula porque fiquei doidona pra preparar também!
.
Num determinado momento, a Cris perguntou: Alguém quer quebrar o ovo? Eu me segurei pra não gritar: Eu! Eu!
,
Hoje em dia, aulas e cursos de culinária não são somente voltado para os marmanjos, muitas escolas adotaram no seus projetos pedagógicos aulas de culinária para os pequenos. É possível trabalhar uma infinidade de conceitos.. desde o português (xícara se escreve com "X", tomate é uma fruta ou um legume?), até conceitos de história, matemática, química! Sem contar na possibilidade das crianças se familiarizarem com os mais diversos tipos de alimentos!

E vou te dizer uma coisa: Elas adoraram colocar a mão na massa!

Ótima dia das crianças! Boa semana!